Conapra promove Seminário de Gestão de Riscos em agosto no RJ

06:32


Qual a probabilidade de haver um erro humano no controle de um navio em águas restritas? Apesar de ser insignificante o índice de acidentes em manobras de aproximação de embarcações em portos e hidrovias, dado enaltecido pela Autoridade Marítima, a pergunta não é irrelevante se considerado que aproximadamente 80% dos acidentes no meio aquaviário podem ser atribuídos a fatores que influenciam o desempenho humano. Soma-se a isso o fato de que existe uma demanda de acesso de navios cada vez maiores aos portos brasileiros, porém, ainda sem uma infraestrutura adequada.

                          
Sempre preocupado em reduzir o risco inerente ao serviço, o Conselho Nacional de Praticagem (Conapra) firmou convênio com o Laboratório de Análise, Avaliação e Gerenciamento de Risco (LabRisco) da USP para investigar a contribuição do fator humano para o risco em manobras em portos e hidrovias. Os primeiros resultados serão apresentados no Seminário de Gestão de Risco na Praticagem, que ocorrerá, no dia 28 de agosto, no Rio de Janeiro.

O objetivo do evento é promover conscientização, educação e intercâmbio de conhecimentos na área. Estarão em debate metodologias de gestão de risco, técnicas de análise de risco, medidas preventivas e estudo de caso, entre outros temas.



O trabalho do LabRisco em parceria com a Praticagem vem sendo desenvolvido há pouco mais de um ano. Os pesquisadores quantificaram a probabilidade de erro humano em diferentes cenários sem prático a bordo, com assessoria de um ou de dois Práticos a bordo em condições ambientais distintas, de dia e à noite. Antes de chegarem nessa fase, eles entrevistaram Práticos, Comandantes e acompanharam simulações na USP e manobras. O laboratório realiza estudos semelhantes na navegação em águas abertas desde 2010.

No escopo do projeto, também está prevista a avaliação do impacto de cada fator que influencia o desempenho na probabilidade de erro humano, entre eles fatores internos, como estresse; ambientais, como visibilidade; e organizacionais, como carga de trabalho.

O seminário abordará, em linhas gerais:

Os principais conceitos: incerteza e risco, oportunidade e ameaças, perigo, incidente e acidente, etc.
ISO 31000, FSA e fases de vida: planejamento, projeto, construção, operação, descomissionamento.
Métodos qualitativos – ferramenta PHA (Preliminary Hazard Analysis) – e Métodos Semi-quantitativos e Quantitativos – ferramenta BowTie.
Fator Humano: conceitos e métodos principais sobre HRA, PSF, MOF.
IALA Risk Management Toolbox.

O Seminário será realizado no dia 28 de agosto de 2019, das 08:00 horas às 18:00 horas,

no Prodigy Hotel Santos Dumont Airport,

no Bossa Nova Mall, junto ao aeroporto, no Rio de Janeiro.

A programação detalhada será divulgada oportunamente.

Práticos e Gerentes de Praticagem interessados no seminário podem se inscrever enviando e-mail para 

gerenciatecnica@conapra.org.br.

Os demais participantes receberão convites pessoais.

Fonte: Conapra





You Might Also Like

0 comentários