Marinha realiza seminário nacional que debate navegação em lama fluida, em Macapá-AP

11:41

Comandante da Marinha e autoridades civis e militares em seminário no Amapá
Com o objetivo de debater e aprofundar os conhecimentos sobre a viabilidade da navegação em lama fluida na Amazônia, a Marinha do Brasil, por meio da Diretoria de Portos e Costas e do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), realizou, nos dias 23 e 24 de julho, em Macapá-AP, o Seminário “Aspectos Gerais da Navegação em Lama Fluida e sua Aplicabilidade no Arco Lamoso da Região do Agrião”.
O evento contou com a presença do Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior; do Presidente do Senado Federal, Senador Davi Alcolumbre; do Governador do Estado do Amapá, Waldez Góes; do Senador da República Randolfe Rodrigues; do Comandante de Operações Navais e Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel; do Diretor de Hidrografia e Navegação, Vice-Almirante Antônio Fernando Garcez Faria; do Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim da Cunha; do Comandante do 4º Distrito Naval, Vice-Almirante Newton de Almeida Costa Neto; do Deputado Federal André Abdon, líder da bancada federal do Amapá no Congresso Nacional; e outras autoridades dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e do Ministério Público.
Durante o evento foram debatidas questões importantes sobre o assunto, destacando-se: os aspectos técnicos e legais da aplicabilidade da navegação em lama fluida; perspectivas de incremento da navegação na Barra Norte e o ganho econômico decorrente e emprego de simuladores para verificação de navegação em lama fluida.
O Comandante da Marinha ressaltou a importância de fomentar e difundir a aplicabilidade da lama fluida. “Esse trabalho é importante para ampliar a capacidade de transporte dos nossos navios mercantes. Nossa meta é aumentar o calado dos navios que passam pela Barra Norte, no rio Amazonas, e permitir que a economia se desenvolva nessa região com maior intensidade”, disse.
O Comandante do 4º Distrito Naval destacou que os estudos sobre o Arco Lamoso vão trazer uma dinâmica maior, considerando a possibilidade dos navios trafegarem com maiores calados, respeitando sempre os requisitos de segurança. "Lembrando que cada centímetro de aumento de calado no navio representa toneladas e toneladas da matéria exportada. E isso traz um diferencial muito grande na exportação em termos de redução de custo. Esse debate é muito importante para nossa economia, prevendo a criação de empregos e arrecadação de impostos”, disse. 
Participantes aprofundaram debates e conhecimentos sobre navegação em lama fluida
Fonte: Marinha do Brasil

Ricardo Falcão representa os práticos em Seminário da Marinha sobre Lama Fluida

08:58

O Vice-Presidente da Associação Internacional de Práticos Marítimos (IMPA), Prático Ricardo Falcão, foi um dos palestrantes do "Seminário sobre os Aspectos Gerais da Navegação em Lama Fluida e sua aplicabilidade no Arco Lamoso da Região da Barra Norte do Rio Amazonas".

O evento foi realizado essa semana no Sebrae em Macapá (AP) e reuniu diversas autoridades como o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, o Diretor de Portos e Costas, Almirante Roberto Gondim, o presidente do Senado Federal o senador Davi Alcolumbre, professores e pesquisadores de universidades federais brasileiras, entre outros  representantes dos diversos segmentos da Comunidade Marítima.

O Prático da equipe de Praticagem ZP01 Ricardo Falcão atua na região e mostrou a sua visão de segurança da Praticagem sobre a navegação na Barra Norte. Falcão fez um alerta sobre a navegação em lama em suspensão. O debate em que o representante do Conapra esteve contou com a participação do vice-almirante Murillo de Moraes Rêgo Corrêa Barbosa e mediado pelo Capitão de Mar e Guerra Sérgio da Costa Moura, da Diretoria de Portos e Costas.

O propósito do seminário foi o aprofundamento de conhecimentos visando a otimização da navegabilidade naquela região. Entre os temas discutidos estava o aumento de calado com o aproveitamento do regime de marés; estudos maregráficos; levantamento hidrográficos; praticagem e utilização do fundo náutico; aspectos e estudos realizados sobre o Arco Lamoso, entre outros.

O programa Amigos do Mar fez a cobertura do evento e em breve vai divulgar as entrevistas com as autoridades marítimas entre outros convidados.




Desembargadora comemora parceria com a Marinha que leva atendimentos à população carente no interior do Pará

16:04

Desembargadora e Procuradora Federal fazem atendimentos jurídicos
 a bordo do Navio Auxiliar “Pará”
A Desembargadora Federal Daniele Maranhão, presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região e coordenadora dos Juizados Especiais Federais da 1ª Região, participou da ação cívico-social promovida pelo Comando do 4º Distrito Naval nos dias 11, 12 e 13 de julho, no município de Breves, na ilha do Marajó, no Pará.
Além de atendimentos médicos, odontológicos e exames clínicos realizados por equipes da Marinha a bordo do Navio Auxiliar “Pará”, juízes de Direito, procuradores e técnicos judiciários efetuaram acordos, reconhecimento voluntário de paternidade e de união estável, divórcio consensual, guarda, registro de nascimento e óbito, retificação de certidão de nascimento, entre outros serviços.
Na ocasião, a desembargadora ressaltou a importância da parceria firmada entre a Marinha e o Poder Judiciário local. “Nós nos associamos à Marinha e trazemos nossos servidores para atender essa população já necessitada e conceder a eles direitos que muitas das vezes eles nem conhecem que têm. A estrutura da Marinha é diferenciada, vem com bastante segurança, com muita dedicação; com isso, nós podemos trazer o Poder Judiciário em conjunto para prestar esse direito que é efetivamente da população”.

Fonte: Marinha do Brasil

DPC completa 112 anos

10:45


No dia 11 de junho, a Diretoria de Portos e Costas (DPC) completou mais um ano de serviços em prol dos “mares e rios seguros e limpos”. Como parte das comemorações, foi realizada, no dia 17 de junho, no Edifício Barão de Ladário, no Rio de Janeiro, a cerimônia alusiva ao 112° aniversário da Organização Militar.                                             
A solenidade contou com a participação de oito ex-Diretores da DPC, dentre os quais o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Júnior. O Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel, e demais autoridades militares também prestigiaram o evento.
Entre os ex-Diretores, estiveram presentes o Alte. Esq. Fortuna, o Alte. Esq. Aurélio, o V. Alte Obino, o V. Alte Ozório, V. Alte Casales, o V. Alte Paulo José e o V.Alte Lima Filho.
Em seu pronunciamento, o Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Roberto Gondim Carneiro da Cunha, relembrou as recentes conquistas da DPC, destacando o empenho da tripulação para atender às demandas relacionadas ao Poder Marítimo, que envolvem inúmeros desafios ligados à segurança da navegação, à salvaguarda da vida humana no mar e à preservação do meio ambiente marinho.
Na oportunidade, também foi realizada premiação aos militares e servidor civil padrão. O DPC dedicou especial agradecimento ao Comandante da Marinha e ao DGN pela honra de suas presenças à cerimônia e agradeceu aos eternos Diretores pelo reconhecido legado de competência e profissionalismo, “marcado pelas ideias inovadoras, descortino e quebra de paradigmas que tornaram possíveis a DPC estar pronta para a “era do conhecimento” que ora entramos”.
Por fim, o Comandante da Marinha dirigiu-se à tripulação e reforçou o papel de destaque da DPC no âmbito da Autoridade Marítima, com crescente protagonismo nas questões relacionadas à Marinha Mercante, tão importante para o desenvolvimento econômico do país.

Fonte: Diretoria Portos e Costas

Praticagem vai participar de debate sobre navegação em lama fluida no Rio Amazonas

16:36

Quando a lama em suspensão é suficientemente fluida para uma navegação segura? Quais os parâmetros para isso? O assunto é complexo e requer análises técnicas rigorosas de risco para uma possível ampliação de limites operacionais em certas áreas. Por isso, de forma criteriosa e envolvendo todos os atores importantes na discussão, a Diretoria de Portos e Costas (DPC) da Marinha do Brasil continua o debate sobre essa possibilidade na Barra Norte do Rio Amazonas, com a participação da Praticagem.

O “Seminário sobre os Aspectos Gerais da Navegação em Lama Fluida e sua aplicabilidade no Arco Lamoso da Região da Barra Norte do Rio Amazonas” será realizado pela DPC nos dias 23 e 24 de julho, no Sebrae, na cidade de Macapá (AP). O evento vai reunir representantes da Autoridade Marítima, da Comunidade Marítima e da Academia, além de autoridades governamentais e parlamentares.

O Vice-Presidente da Associação Internacional de Práticos Marítimos (IMPA), Prático Ricardo Falcão, atua na região e vai mostrar a visão de segurança da Praticagem sobre a navegação na Barra Norte.

Professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) apresentarão estudos da lama fluida na região. Também estarão presentes pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) e da Universidade de São Paulo (USP).

O Comandante da Marinha do Brasil, Almirante Ilques, fará a abertura do evento, que será encerrado pelo Diretor de Portos e Costas, Almirante Roberto.

Confira a programação em https://www.marinha.mil.br/dpc/sites/www.marinha.mil.br.dpc/files/programacao_seminario_0.pdf

Fonte: CONAPRA

TRIBUNAL MARÍTIMO COMPLETA 85 ANOS

15:09


  

Sessão Solene presidida pelo Comandante da Marinha

 O Tribunal Marítimo (TM) realizou, nesta segunda-feira, 08 de julho, uma Sessão Solene presidida pelo Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Ilques Barbosa Junior, em comemoração aos 85 anos de sua existência, completados no dia 05 de julho.

O evento foi bastante concorrido, destacando-se a presença  do ex-Ministro da Marinha, Almirante de Esquadra Mauro Cesar Rodrigues Pereira, dos ex-Comandantes da Marinha, Almirantes de Esquadra Roberto de Guimarães Carvalho e Julio Soares de Moura Neto, do Ministro do Superior Tribunal Militar, Almirante de Esquadra Carlos Augusto de Souza, do Comandante de Operações Navais e Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Leonardo Puntel e de ex-Presidentes do Tribunal Marítimo. Na área judiciária, estiveram presentes o Presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Desembargador Claudio de Mello Tavares, e, representando o Presidente do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), Desembargador Federal Reis Friede, o Desembargador Federal André Ricardo Cruz Fontes, além de outras autoridades judiciárias, militares e representantes da comunidade maritimista.

Durante a Sessão, a Juíza Maria Cristina de Oliveira Padilha, representando os Juízes do TM, a Capitão-Tenente (T) Juliana Moura Maciel Braga, representando a Procuradoria Especial da Marinha e a Dra. Fabiana Simões Martins, representando os advogados que labutam nesta “Corte Marítima”, enalteceram os 85 anos de atividades do TM em prol da Justiça e Segurança da Navegação.

Sessão Solene em comemoração aos 85 anos de criação do TM


Em sua Ordem do Dia, o Juiz-Presidente do Tribunal Marítimo, Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho ressaltou a exitosa trajetória deste Tribunal, fruto do elevado nível de profissionalismo e comprometimento de seus antecessores e dos militares e servidores civis, que ao longo destes 85 anos, não mediram esforços para prestar o melhor serviço à sociedade e ao país.
  

Tribunal Marítimo onde está sediado, há 85 anos, desde sua criação


Fonte: Tribunal Marítimo - assessoria

Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul realiza inspeção naval no Canal de São Gonçalo

06:29

Militar realiza Inspeção Naval
No dia 19 de junho, a Capitania dos Portos do Rio Grande do Sul realizou inspeção naval e ação de presença no Canal de São Gonçalo, na cidade de Pelotas-RS. Na oportunidade, além de abordagens em embarcações que encontravam-se em tráfego, foram verificadas as operações da ponte férrea no intuito de garantir a segurança da navegação na região.
O canal representa uma importante via navegável que interliga a Laguna dos Patos e a Lagoa Mirim.

fonte: Marinha do Brasil

Comando do 2º Distrito Naval celebra vitória nas lutas pela consolidação da Independência do Brasil na Bahia

11:00



Autoridades, prestam homenagem durante o toque de silêncio
No dia 2 de julho, o Comando do 2º Distrito Naval e o Governo do Estado da Bahia realizaram a tradicional cerimônia de hasteamento das bandeiras do Brasil, da Bahia e da cidade de Salvador no Forte de São Marcelo, na capital baiana, para celebrar a vitória dos brasileiros sobre as tropas de Portugal nos combates pela Independência do Brasil na Bahia.  Foi repetido o gesto do Segundo-Tenente João das Botas, o “Marinheiro da Independência”, que comemorou o feito hasteando uma bandeira verde e amarela naquele que é conhecido como o “Forte do Mar”, em 2 de julho de 1823.
Presidida pelo Vice-Governador do Estado da Bahia, João Leão, a cerimônia contou com a presença do Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Marcelo Francisco Campos, além de outras autoridades civis e militares, e incluiu a execução do toque de silêncio e a salva de tiros em memória de todos os marinheiros que tombaram nas batalhas pela liberdade da Bahia e do Brasil.

Hasteamento do Pavilhão Nacional no Forte de São Marcelo repete gesto que marcou a vitória brasileira

Fonte: Marinha do Brasil

Conapra presenteia Comando do Ciaga com obra de Carlos Kirovsky

10:38



O Conselho Nacional de Praticagem (Conapra) presenteou o Comando do Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga), da Marinha do Brasil, com uma pintura do artista Carlos Kirovsky. A obra é uma reprodução de uma histórica foto da Praticagem do Pará que está afixada na sala da Presidência do Conapra. Nela, o Prático Miguel Ferreira Salgado embarca para uma faina de Praticagem no navio Liverpool, da extinta Booth Line, no antigo ponto de espera de Prático de Salinópolis. O registro é de 1942.

O Diretor-Presidente do Conapra, Prático Gustavo Henrique Alves Martins, entregou o quadro ao Comandante do Ciaga, Almirante Viamonte.

Natural do Rio de Janeiro, Carlos Kirovsky já pintou mais de 200 quadros com a temática naval. Sua arte está em museus, gabinetes da Marinha e já foi reproduzida até em selo dos Correios. Publicitário, ele passou a se dedicar integralmente à pintura em 2001, mas a primeira exposição foi em 1990.

– Sempre gostei do mar e de velejar. O mar é um elemento já comum em minha mente, assim como as embarcações – diz o pintor, de 59 anos.

A Praticagem do Brasil mantém uma estreita relação com o Centro de Instrução, contribuindo com a modernização de salas de aprendizado, projetos de incentivo ao esporte e à mentalidade marítima. Referência na formação de Oficiais em Náutica e Máquinas, o Ciaga também abriga a parte presencial do Curso de Atualização para Práticos (ATPR), realizado pelo Conapra por delegação da Autoridade Marítima.

Fonte: Conapra

Comando do 4º DN realiza reunião do Fórum Permanente de Segurança do Tráfego Aquaviário na Amazônia Oriental

08:19

Fórum Permanente reuniu participantes militares e civis
No dia 27 de junho, a Marinha do Brasil, por meio do Comando do 4º Distrito Naval (Com4ºDN), realizou mais uma reunião do Fórum Permanente de Segurança do Tráfego Aquaviário da Amazônia Oriental. O evento contou com a coordenação da Capitania dos Portos da Amazônia Oriental (CPAOR).
 
No Fórum, o Com4ºDN apresentou a necessidade de massificar a campanha de conscientização de segurança da navegação com a responsabilidade de todos, principalmente os comandantes de embarcações, a fim de reduzir o número de acidentes que vêm ocorrendo nos últimos meses.
 
O evento contou com a presença de organizações militares, representantes do Ministério Público do Pará, da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará, da Procuradoria de Justiça, Empresas de Praticagem, Corpo de Bombeiros, da Federação dos Trabalhadores em Transportes Marítimos e Fluviais nos Estados do Pará e Amapá, Sociedade Amigos da Marinha (Soamar-PA), entre outros órgãos e entidades.
 
O foco abordado foi a questão da responsabilidade e segurança das embarcações que realizam o transporte de passageiros na região amazônica, destacando as ações de prevenção aos acidentes de navegação e à campanha de enfrentamento aos acidentes com escalpelamento nas embarcações miúdas.
 
A Capitania dos Portos apresentou ainda o escopo da “Operação Verão Amazônico 2019”, que está sendo realizada, até o dia 4 de agosto, em diversos municípios sob sua jurisdição, com apoio de prefeituras, do 52º Batalhão de Infantaria de Selva, Corpo de Bombeiros dentro outras organizações militares.

Fonte: Marinha do Brasil