Helicóptero da Marinha faz resgate de um dos tripulantes da equipe de salvatagem do Navio Stellar Banner

07:00


CENTRO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
 DA MARINHA  - NOTA À IMPRENSA

 Brasília - DF. Em 07 de março de 2020.


 A Marinha do Brasil (MB) informa que realizou dia 7 de março a 11ª reunião na Capitania dos Portos do Maranhão (CPMA), com representantes da Vale S.A, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Gerência Ambiental do Porto do Itaqui e Agentes Marítimos.

Informações relevantes:

a) Na tarde de ontem, foi avistada uma mancha de óleo no mar pelo OSRV, cuja origem foi identificada, na popa do NM Stellar Banner. Hoje pela manhã, após sobrevoo do helicóptero S76 e monitoramento dos navios na área, a mancha não foi detectada. Foram coletadas amostras da água do mar e dos tanques do Navio para análise. O monitoramento prossegue com navios e helicópteros.


 b) Na tarde deste sábado, foi realizado o resgate de um dos tripulantes da equipe de salvatagem do Navio Stellar Banner, que sofreu um acidente no passadiço. Equipes do Navio de Apoio Oceânico (NApOc) “Iguatemi”, da Polícia Militar (PM-MA) e do Corpo de Bombeiros do Estado do Maranhão (CBMMA), bem como o helicóptero UH-15, do Destacamento Aéreo Naval (DAN) do 2° Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral, deslocada da Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, participaram da evacuação do profissional, que foi levado ao Hospital São Domingos (MA).
Seu estado é estável.


Pessoal e Meios da Marinha do Brasil

Até o momento, estão sendo empregados 255 militares da Marinha. Estão na cena de ação o Navio de Apoio Oceânico “Iguatemi”, o Navio Hidroceanográfico “Garnier Sampaio”, uma aeronave UH-15 e sete embarcações da Capitania dos Portos do Maranhão.

Além disso, atuam no local do encalhe: seis rebocadores (sendo três dotados com materiais para combate à poluição por óleo); um drone com câmera térmica; um helicóptero S-76C e três embarcações de suporte às atividades de contingência de derramamento de óleo (OSRV). Os órgãos e empresas envolvidos permanecem em estreita coordenação com a Autoridade Marítima, no intuito de solucionar o ocorrido com a brevidade possível, obedecendo normas e procedimentos de segurança, priorizando a mitigação de riscos à poluição e navegação

You Might Also Like

0 comentários