Curso de Atualização para Práticos (ATPR) criado no Brasil cruza fronteiras e atrai o interesse de outros países

07:57

A qualidade do Curso de Atualização para Práticos (ATPR), organizado e gerenciado pelo Conapra para todos os Práticos Brasileiros por delegação da Autoridade Marítima, continua atraindo o interesse de colegas estrangeiros.


O Diretor-Presidente do CONAPRA, Prático Gustavo Henrique Alves Martins, e o Presidente do Sindicato Nacional de Pilotos de Puerto do México – SNNP, Prático  Mario Alejandro Camacho Vidal, assinaram protocolo de cooperação que, reconhecendo a importância de compartilhar experiências e conhecimentos técnicos e de estreitar e consolidar os laços de amizade e cooperação entre os dois países, tem por objetivo matricular até 2 (dois) práticos por semestre no Curso de Atualização para Práticos – ATPR.
Graças a este protocolo de cooperação, de 16 a 20 de julho,  dois práticos mexicanos farão a parte presencial do curso com uma turma de brasileiros, no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga) da Marinha, no Rio de Janeiro. Entre 2011 e 2014, cinco angolanos também cursaram o ATPR.
Em março, o Conapra já havia promovido, no Rio de Janeiro, o I Workshop Latino-Americano para Capacitação de Práticos da região, tendo como foco o modelo de excelência do curso brasileiro, que atende aos requisitos da IMO (Organização Marítima Internacional). O interesse dos colegas surgiu durante a apresentação do ATPR no IX Fórum Latino-Americano de Práticos, em Buenos Aires, em novembro de 2017.
No mesmo mês de março, o Conselho Técnico do Conapra formou uma turma com seis novos práticos instrutores do ATPR, em Baltimore (EUA), e levou três profissionais latino-americanos como observadores do treinamento (dois deles estiveram no workshop no RJ).
Obrigatório a cada ciclo de cinco anos e com certificação da Marinha do Brasil, o programa de atualização brasileiro foi apresentado ainda, em abril, pelo Diretor Técnico, no 52° Encontro Geral da EMPA (European Maritime Pilots Association),entidade que reúne cinco mil práticos de 25 países europeus. O evento ocorreu em Antuérpia (Bélgica).
– A cada ciclo de formação, o programa evolui a partir de estudos do nosso Conselho Técnico, do retorno dos instrutores e dos próprios alunos. É uma reformulação contínua que visa acompanhar o avanço tecnológico dos navios e dos equipamentos de navegação, mantendo os Práticos permanentemente atualizados com esses avanços e com as novas situações que podem encontrar nas manobras que realizam, sempre em prol da segurança da navegação – ressalta o Diretor Técnico do Conapra, prático Porthos Lima.
Fonte: Praticagem do Brasil

You Might Also Like

0 comentários