SIMULADORES DA PRATICAGEM DO RIO RECEBERÃO DADOS DO TPN-USP

11:40


A Praticagem do Rio de Janeiro assinou um termo de cooperação com o laboratório Tanque de Provas Numérico da Universidade de São Paulo (TPN-USP). O objetivo é manter atualizado o seu centro de simulações, recém-instalado, por meio da transferência de dados das manobras que forem simuladas no TPN-USP para portos e terminais da Zona de Praticagem 15.

Serão compartilhadas informações técnicas de interesse de manobrabilidade de embarcações e condições ambientais (ondas e correntes) nos casos em que o laboratório for contratado para análise de manobras em área da ZP-15.

O TPN-USP é referência no país em simulações de projetos de administradores ou operadores portuários, armadores, empresas de transporte marítimo e afins. Esses estudos contam sempre com a participação de práticos, tanto na condução das manobras quanto na verificação e aferição dos modelos de simulação.

–  Todos os dados utilizados nas simulações, como dados meteorológicos e de calibração dos navios, serão fornecidos pelo TPN-USP para carregamento nos simuladores da praticagem, possibilitando o treinamento de todos os práticos da ZP e não só daqueles que estiveram na USP – explica o presidente da Praticagem do Rio, Marcello Camarinha.

O centro de simulações da praticagem conta com dois simuladores integrados e uma sala de controle e instrução. Um simulador é do tipo Full Mission. Com visualização do ambiente externo em 240 graus, ele alterna modelos de diversos tipos de navios, com controles para diferentes tipos de propulsão, inclusive azimutal. O outro simulador, integrado ao primeiro, é do tipo Part Task. Com visualização do ambiente externo em 90 graus, ele simula a ação de um rebocador portuário com propulsão azimutal. Essa integração permite ao prático interagir com o comandante do rebocador durante a simulação.

Fonte: CONAPRA

You Might Also Like

0 comentários