sábado, 31 de março de 2018

Operação Ágata é realizada na Amazônia Ocidental

NPaFlu Raposo Tavares durante participação na Operação Ágata 2018
 
No período de 16 a 21 de março, o Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), empregando o Navio-Patrulha Fluvial (NPaFlu) Raposo Tavares com um Destacamento Aéreo Embarcado (DAE), um Destacamento de Fuzileiros Navais e duas Lanchas de Apoio ao Ensino e Patrulha Regionais das Agências Fluviais de Humaitá (AgHumaitá) e de Itacoatiara (AgItacoatiara), participou da Operação Ágata 2018, no Rio Madeira, entre os municípios de Borba e Novo Aripuanã (AM).
 
Coordenada pelo Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) do Ministério da Defesa, a Operação Ágata  é uma operação interagências e tem como propósito intensificar a presença do Estado na Faixa de Fronteira, conforme estabelecido no Programa de Proteção Integrada de Fronteiras (PPIF). Nesta operação, houve a participação da Polícia Federal (PF), do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) e da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN).
 
Durante a Operação, foram realizadas atividades de Inspeção Naval (IN), Patrulha Naval (PatNav) e ações de patrulhamento, que contribuíram para o combate à realização de atividades criminosas e ilegais e para a prevenção, fiscalização e repressão aos delitos ambientais. Nesse período foram realizadas 126 abordagens, duas apreensões, dois apresamentos e 11 notificações a embarcações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário